A Cantada do Ano

A cantada do ano!

 Mais ou menos 35 anos, propagandista farmacêutico, bem apessoado, senta-se na
poltrona do avião com destino a New York e, maravilha: depara-se
com uma morena escultural sentada na poltrona junto à janela.
Pernas cruzadas, perfeitas,saia curta deixando entrever um belíssimo par de coxas, seios no tamanho exato, empinados, lábios
carnudos, mas sem volume demasiado, enfim, uma DEUSA...

 Decola a aeronave, céu de brigadeiro, uma vontade enorme de
puxar conversa, mas a morena, impassível, lê um grosso volume com
muita atenção. 15 minutos de vôo e o cavalheiro não se contém:
 - É a primeira vez que vai a New York?
 Ela, gentil, com uma voz muito sensual, mas de certa forma
reservada:
 - Não, é uma viagem habitual...

Ele, agora animado:
 - Trabalha com moda, por acaso...?
- Não, viajo em função de minhas pesquisas...

 - Desculpe-me a curiosidade, é escritora...?
 - Não, sou sexóloga.
 - Muito interessante e raro. Suas pesquisas dedicam-se, na
sexologia, a  quê, especificamente?

 Ela, tranqüila e sempre com a mesma voz de veludo:
- No momento, dedico-me a pesquisar as características do
membro masculino, o que julgo ser um trabalho de fôlego e muito
difícil.

- Nas suas pesquisas, a que conclusão já chegou?
-Bom, de todos os pesquisados, já concluí que os Índios, sem
dúvida, são os portadores de membros com as dimensões mais
avantajadas e em contrapartida, os Árabes são os que permanecem
mais tempo no coito antes de entrarem em gozo. Logo, são os que
proporcionam mais prazer às suas parceiras. Além disso... Oh!
Desculpe-me, senhor! Eu estou aqui falando sem parar e nem sei o seu
nome...

- MOHAMED PATAXÓ, às suas ordens!


hasEML = false;
Textos relacionados:
© Sindiprofase 2008 - Todos os direitos reservados :: Entre em contato