BIOLAB LANÇA PHOTOPROT FPS 100, O PRIMEIRO FOTOPROTETOR BRASILEIRO DESENVOLVIDO COM NANOTECNOLOGIA

A Biolab Farmacêutica está lançando o primeiro fotoprotetor solar do mercado brasileiro que utiliza os inovadores recursos da nanotecnologia. Photoprot FPS 100 oferece proteção mais duradoura, segura e eficaz contra os efeitos nocivos do excesso de exposição aos raios solares, absorvendo e refletindo a radiação ultravioleta com mais estabilidade e distribuição eficiente sobre a pele.
As diferenciadas características de Photoprot FPS 100 devem-se à exclusiva tecnologia Nanophoton® de nanoencapsulação de filtros químicos orgânicos. Patenteada e 100% brasileira, esta tecnologia garante proteção efetiva para a pele contra a radiação solar.
Além disso, o produto não tem fragrância, foi desenvolvido com polímero 100% biodegradável e é resistente à água. Sua fórmula contém os filtros solares orgânicos Avobenzona e Octocrileno, que absorvem a radiação UVA e UVB evitando a vermelhidão da pele e ainda protegem contra o envelhecimento prematuro. Outro componente da fórmula do produto é o Óleo de Buriti, importante agente antioxidante e emoliente.
“A proteção correta da pele contra as radiações solares não é uma questão estética, mas necessária e de saúde. Photoprot FPS 100 utiliza os avanços da nanotecnologia, a nova fronteira da ciência, para proporcionar meios ainda mais efetivos que prolonguem a longevidade da pele, além de manter sua elasticidade e o tônus, prevenir a formação de radicais livres e reduzir o nível de expressão da colagenase – responsável pela degradação do colágeno (proteína presente na pele)”, destaca o Dr. Dante Alario Jr, Presidente Técnico-Científico da Biolab.
O produto é indicado para todos os tipos de pele. Além de ser ideal para o uso diário e fotoproteção prolongada, oferece segurança para quem precisa de proteção para cicatrizes recentes e de acne, pós-procedimentos dermatológicos e cirúrgicos, bem como prevenção e terapia de melasma (manchas na pele). Photoprot FPS 100 foi desenvolvido pela Biolab, em parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).
Textos relacionados:
© Sindiprofase 2008 - Todos os direitos reservados :: Entre em contato